Como organizamos o Scrum board

Olá,

Local do quadro Scrum

Local do quadro Scrum

Um dos princípios do Scrum é a transparência. Por esse motivo o local do Scrum Board ou Quadro Scrum foi em uma das paredes da empresa, assim todos, sem exceção, teriam acesso a informação sem precisar pedir para ninguém.

 

 

 

 

Organizamos o quadro Scrum com as colunas:

Para fazer: Cards (histórias) a serem realizadas durante a Sprint.
Fazendo: Cards que estão sendo realizados no momento Importante: deve ser apenas 1 por vez, por pessoa.
Para publicar: Cards que estão prontos para serem publicados em homologação.
Para testar: Cards que estão publicados e prontos para serem testados em homologação.
Pronto: Cards que foram testados e aprovados no ambiente de Homologação.

 

Criamos 5 áreas para complementar o trabalho e as informações:

Quadro Scrum

Quadro Scrum

Burndown: Gráfico com a informação do Burndown da Sprint.
Bugs: Lugar onde eram colocados os cards (user stories) com bugs.
Impedimentos: Aqui eram colocados os cards que por algum motivo não podiam ser resolvidos imediatamente seja por motivo técnico ou administrativo.
Entregues: Área que ia acumulando as histórias prontas e já publicadas em produção.
Backlog: Cards que serão desenvolvidos nas próximas sprints, os desenvolvedores pegariam desta coluna apenas se acabassem os cards da sprint atual.

Por último, eu colocava um papel com o Burndown geral do projeto, ele nos dava uma visão de futuro, informava se estávamos atrasados em relação ao esperado e qual a possível semana da entrega de finalização do projeto.

Vale lembrar que o Burndown do projeto era uma previsão baseada na velocidade do time. A velocidade era a média de pontos entregues nas sprints.

Até o próximo post 😉

Abraço.

 

One thought on “Como organizamos o Scrum board

  1. Muito bom joão, gostei da documentação, pois, tive a oportunidade de participar, a distancia, deste projeto, e seu relato fez reviver aqueles momentos e o processo do nascimento do Scrum na ITS, que hoje é uma pratica assimilada na cultura da organização. Tomo a liberdade de informar que pretendo utilizar seu material para compor minha pesquisa e criar um modelo para implementar o Scrum em outras empresas.
    Muito obrigado por sua colaboração na definição dos caminhos que devo percorrer para tornar-me um especialista Scrum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *